Enrijecimento muscular: quais as causas e como tratar?

O enrijecimento muscular é um desconforto que acontece quando o músculo não consegue realizar seus movimentos normais de forma rápida e, muitas vezes, a rigidez vem acompanhada de intensa dor.

Na maioria dos casos, o problema surge quando a pessoa fica muito tempo sem ser locomover (é o que ocorre, por exemplo, com certos profissionais que ficam todo o expediente em uma mesma posição) ou quando faz movimentos rápidos após um longo período repouso. Essas situações podem causar dores agudas ou até mesmo espasmos.

Nesse sentido, se você fica muito tempo na mesma posição e sofre com as dores do enrijecimento do músculo, continue a leitura deste post e aprenda um pouco mais sobre o tema! Vamos lá?

Principais causas e tratamentos do enrijecimento muscular

A rigidez provém de pequenos rasgões a que os tecidos musculares estão sujeitos ao longo do tempo. Essas lesões decorrem de vários fatores e é importante saber que existem tratamentos para evitar ou, pelo menos, aliviar as dores agudas. Confira a seguir.

Permanecer muito tempo sentado

Em muitas profissões, é necessário que o profissional passe muito tempo sentado, executando movimentos repetitivos. Por causa da agitação e dos compromissos do dia a dia, essa pessoa percebe, geralmente no final do expediente, que não teve tempo de fazer uma pausa para realizar um bom alongamento.

Se você se enquadra nessa descrição, é possível que já tenha sofrido com as dores do enrijecimento do tecido muscular. A inatividade por longos períodos faz com que os músculos fiquem menos flexíveis. É por isso que, quando você se levanta, sente a necessidade de fazer os movimentos de forma mais lenta. Só após algum tempo é que conseguirá se locomover normalmente.

Tratamentos: alongamento e exercícios periódicos

Para tratar essa causa, é preciso fazer alongamentos com mais frequência, evitando permanecer muito tempo na mesma posição. Uma dica é praticar exercícios de baixo impacto, como a ginástica holística, entre outras modalidades.

Para facilitar, você também pode contar com a ajuda da tecnologia para realizar exercícios rápidos e que melhoram sua qualidade de vida. Um bom exemplo é o FisioClub APP , que vai ajudar você a se exercitar onde quer que você esteja!

Realizar atividades físicas intensas

Da mesma maneira que ficar muito tempo parado causa rigidez muscular, o oposto também pode ser uma causa. Exercícios físicos de alto impacto têm a capacidade de acarretar também intensas dores e espasmos e, nesse caso, os incômodos podem ser ainda mais fortes, principalmente se a pessoa não se alongar não se alongar de forma correta antes do início das atividades.

Outro fator que provoca a rigidez é o aumento da pressão sanguínea durante a prática de exercícios muito intensos: parte do sangue transborda para as fibras dos músculos, o que gera o endurecimento desses tecidos.

Tratamentos: alongamento, respeito aos limites do corpo e massagem

Para que você não sofra com as dores enquanto realiza seu treino é preciso:

  • fazer alongamento antes, durante e depois dos exercícios;
  • evitar se exercitar além dos limites do seu corpo;
  • aumentar gradualmente a intensidade do treino;
  • terminar o circuito de atividades com movimentos de menor impacto;
  • realizar massagem de qualidade nos músculos com frequência.

Consumir pequena quantidade de potássio e de magnésio

Outra causa muito comum de rigidez muscular é a falta de nutrientes específicos no organismo, como o magnésio e potássio. Por isso, uma dieta balanceada é fundamental para ter uma vida saudável e equilibrada. O cuidado com a alimentação é essencial tanto para aqueles que fazem um treino pesado, quanto para os que são mais sedentários.

Tratamento: alimentação mais nutritiva

Assim, para evitar esse desconforto é importante manter uma alimentação rica em magnésio e potássio. Alguns alimentos que contêm esses nutrientes são:

  • banana;
  • beterraba;
  • batata-doce;
  • gergelim;
  • peixe;
  • espinafre;
  • abacate.

Como vê, o enrijecimento muscular pode causar muitos incômodos para o seu dia a dia. E atenção: para que o tratamento seja eficaz é indispensável o acompanhamento de um médico capacitado. Lembre-se sempre de que nenhuma atividade de grande impacto e dieta podem ser feitas sem o suporte de um especialista de qualidade.

Este post foi útil para você? Então, compartilhe-o nas redes sociais e ajude os amigos que sofrem com as dores da rigidez muscular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *