Dor nas mãos: quais são as causas e como prevenir esse incômodo?

Uma dor nas mãos e dedos, por mais leve que seja, pode ser suficiente para limitar alguns movimentos e impedir a execução de determinadas tarefas. Só quando isso acontece é que damos a importância devida à nossa mão e vemos o quanto ela é necessária no dia a dia. Nessa hora, percebemos que sem ela, não fazemos praticamente nada.

Pensando nisso, separamos alguns cuidados ideais para prevenir dores, incômodos e até problemas mais sérios. Se você sofre com isso, anote as dicas e comece a praticar hoje mesmo. Podemos começar?

Quais são as principais causas de dores nas mãos?

A mão humana é composta por três partes — falange, carpo e metacarpo — e são diversas as causas para uma dor nessa região. Ela pode surgir em razão de problemas reumatológicos, lesões nos nervos ou fraturas, e se originar nos ossos, músculos ou articulações.

Pessoas que utilizam muito as mãos em suas tarefas de trabalho ou usam celulares constantemente, tendem a aumentar as chances de problemas. Porém, a boa notícia é que a maior parte dos casos pode ser revertida com tratamentos adequados. Confira abaixo as causas mais comuns!

Artrite

Acontece devido a uma inflamação nas articulações e juntas. A chamada osteoartrite (artrose) é uma doença degenerativa e afeta, principalmente, os idosos. Essa inflamação geralmente atinge a região próxima às pontas dos dedos, nas articulações ou na base do polegar.

Já a artrite reumatoide é uma doença autoimune, que predominantemente afeta mulheres entre 40 e 50. Condições genéticas e tabagismo podem ser as principais causas do problema.

Tendinite

Quem usa as mãos para movimentos repetitivos em suas tarefas diárias provavelmente já sentiu algum desconforto nos tendões e dedos. Essa inflamação se chama tendinite e é muito comum em diversos profissionais como:

  • pintores;
  • cabeleireiros;
  • pessoas que digitam muito, por exemplo.

Seus sintomas podem causar inchaço, ardências, formigamento, além das dores.

Tenossinovite estenosante

Popularmente chamada de “dedo em gatilho”, essa é uma inflamação muito comum nos tendões e pode causar paralisia, o que impede o indivíduo de dobrar ou esticar o dedo afetado.

Além dela, outro problema que atinge o tendão é a síndrome de De Quervain. Sua dor vai do pulso ao polegar e pode causar inchaço na região.

Cistos ganglionares

São protuberâncias benignas que se desenvolvem ao longo dos tendões ou articulações, e ficam visíveis na pele. Os cistos podem ser macios e cheio de fluidos. Se estiverem próximos a algum nervo, causam incômodos e dores nas mãos.

Muitas vezes, desaparecem com o tempo, porém, o recomendado é aplicar alguns exercícios localizados para evitar que cresçam.

Síndrome do túnel do carpo

Por acaso o seu trabalho exige muito o uso das mãos e, por isso, você tem desenvolvido dor nessa região e nos dedos? Pode ser um sinal da síndrome do túnel do carpo.

Esse problema é caracterizado pela compressão do nervo que passa pelo punho e chega a palma da mão. Como reação a esse tipo de inflamação, a mão e os dedos sofrem formigamento e dores agudas.

Nesse caso, o que há de se fazer é inicialmente procurar um médico para realizar o diagnóstico correto. O tratamento pode ser com alguns exercícios de ginástica holística. No entanto, é importante não deixar o quadro da doença evoluir, pois em casos mais graves é recomendada a cirurgia.

Artrose

Você sente suas mãos um pouco travadas e inchadas? Esse pode ser um sintoma claro de artrose.Trata-se de uma degeneração na cartilagem entre as juntas e os ossos, dificultando a movimentação normal do corpo.

Muitas pessoas acham que essa doença ocorre apenas na região das pernas ou coluna, mas as dores nas mãos e dedos também podem ser provocadas por artrose. Geralmente, os primeiros sintomas são inchaço, dor e a sensação que falta lubrificação nas juntas que ligam os dedos às mãos.

Nos casos avançados, é possível que haja degradação óssea, a ponto de quase impedir a movimentação dos dedos. O tratamento consiste na realização de alongamentos e exercícios. A ginástica holística oferece uma infinidade de soluções para tratar essa doença.

Gota

O acúmulo de ácido úrico no sangue é o fator causador da gota — inflamação que pode trazer dor nas mãos e dedos. Essa doença promove o inchaço e dificuldade de movimentação.

Para diagnosticar a doença é essencial buscar o reumatologista e solicitar exames. Esse especialista pode verificar a concentração atual de ácido úrico no sangue e na urina. O tratamento mais comumente recomendado é o uso de medicamentos, mas a ginástica holística pode certamente aliviar o quadro de dores e a inflamação.

 Lúpus

Geralmente o lúpus é conhecido por trazer consequência para a pele. No entanto, a doença pode provocar, inclusive, dor nas mãos e nos dedos. Isso porque essa patologia, por ser auto-imune, consegue atingir diversas partes do corpo.

O tratamento é realizado a partir da orientação do reumatologista. Pode ser indicado o uso de medicamentos e também a ginástica holística como forma de tratamento.

Quais as melhores formas de prevenção?

A melhor forma de prevenir as dor nas mãos envolve algumas práticas no seu dia a dia. O intuito é fortalecer os tendões e músculos para evitar lesões. Confira algumas dicas abaixo:

  • dê uma folga de cinco minutos para sua mão a cada hora;
  • procure por exercícios específicos para os dedos e mãos;
  • alongue os dedos, sempre que possível;
  • chacoalhe as mãos para relaxar;
  • massageie as mãos e dedos;
  • movimente os pulsos e cotovelos.

Você pode cuidar da saúde da sua mão por conta própria, mas sabemos que, em uma rotina corrida, nem sempre é possível colocar em prática as principais orientações para prevenir as dores e inflamações.

Essas foram algumas informações sobre a dor nas mãos e dedos. Se você apresenta ao menos um sintoma das doenças aqui listadas, independentemente do nível, busque ajuda de uma especialista. Somente ele terá condições de fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento. Não espere evoluir para um problema mais sério.

E aí, gostou das dicas? Então, siga-nos em nossas redes sociais e conheça outras novidades para sua saúde! Estamos no Facebook e Instagram!